sábado, 31 de janeiro de 2009

Roberta Close X Esquizofrenia Evangélica



Este texto foi escrito por mim a propósito da preocupação dos evangélicos em que fazer se a Roberta Close se "convertesse".
Grande é o engano desta religião presunçosa da salvação por qualquer mérito humano, seja ele de entendimento, compreensão, aceitação ou mudança de vida ou de atitude ou ainda de sexualidade.
A imposição da conversão é uma temática recorrente na doutrina condenatória da escritura.
Volto a dizer a todos os amados que tem me lido.
A Raiz do engano é a versiculatria legalista e condenatória. Errais não conhecendo as escrituras nem o poder de Deus, teria dito Jesus.
Ora, quem discerne as escrituras sempre vai saber que a condenação é certa não só para as Robertas Closes da vida, mas também para os mais farisaicos e alvos crentes, carolas e puros. 
Quem discerne o poder do verdadeiro Deus, sabe que ele tem poder para não só perdoar pecados como para purificar todos os impuros, tirar a cegueira de todos os cegos e curar a paralisia dos "coxos".
Este cristianismo babilônico e bibliânico não discerniu nem as escrituras nem o poder de Deus, nem o falso deus nem os malignos que falam por Deus, e o que vemos é um tópico como este. 
Louvo a Deus por ter discernido estas coisas para poder testemunhar para muitos de vocês que são líderes e tem responsabilidade sobre muitas ovelhas, e tem imposto jugos sobre elas que nem vocês podem carregar.
Quem converte é o DEUS ABSOLUTO. Conversão acontece quando O DEUS ABSOLUTO transforma a humanidade de um corpo pecador para um corpo glorificado e sem pecado. Quando ele absolutiza o que se havia relativizado. A salvação absoluta, a obra perfeita de redenção e reconciliação.
Roberta Close é uma parábola. 
O cristianismo vigente é a própria Roberta Close. 
Pior, cristianismo fundamentalista é uma Rogéria da vida, é um travesti. É um pecador travestido de santinho, catequizado, reprimido, contido por uma moralidade cristã medíocre e camaleônica
"Cristão" é pecador e incapaz de qualquer pureza e santidade, e se auto impõe e impõe aos outros a santidade e troca de identidade. Bem igualzinho à troca de sexualidade. 
Não, meus irmãos. Não sejamos patrocinadores da bipolaridade e esquizofrenia evangélica. Não sejamos travestis espirituais. Não sejamos transexuais espirituais. 
Quem discernirá a Graça de Deus sobre a humanidade? 
Quem discernirá o perdão global de 70 x 7 que o Jeová ignora solenemente?
Quem discernirá o EVANGELHO?
Quem deixará a Babilônia e fugirá dos lobos devoradores de ovelhas?
Quem discernirá sua condição de pecador congênito e aceitará a graça para si mesmo? 
Quem discernirá a condição de pecado da humanidade e aceitará a graça para os outros?
Quem há de andar em verdadeira liberdade?
Quem há de rejeitar os jugos da religião, do Jeová e do Cristo?
Não meus caros. Não é Roberta Close que aceita a Cristo. É O DEUS ABSOLUTO que não precisa de filho híbrido, que aceita a Roberta Close, bem do jeitinho que ela é, e é feminina na sua essência, ou seja, um transsexual.
O brabo mesmo é ELE aceitar os bizarros travestis góspels, os transformistas evangélicos, os lobos vestidos de ovelhas, os comedores de ovelhas, os que se vestem de pele de ovelha, as ovelhas gordas que se alimentam das ovelhas magras . 
O difícil é ELE aceitar aqueles que assumem para si mesmos a tarefa do PASTOR, o título do PASTOR, a responsabilidade do PASTOR sem ao menos cogitar que Pastor é em sua essência um indivíduo que vive das ovelhas, come carne de ovelha, se veste com pele de ovelha, que comercializa a ovelha, por isso cuida tanto delas.
Mas quem questionará a bondade desse pastor que um dia volta com uma foice para ceifar a ovelhada toda? 
Quem é esse pastor?  
Pois no dia D o DEUS ABSOLUTO faz o grande milagre. Tira todo a humanidade lá do "Egito" lá a prisão onde foi parar, lá da mão do "Faraó", da fornalha sobremodo acesa, do quinto dos infernos, por melhor dizer. 
No dia "D", os tempos relativos acabam, o espaço que é parte da prisão se acaba, a matéria relativa é absolutizada. O verdadeiro Deus verdadeiramente reconcilia todas as coisas absolutizando-as. O falso, quer criar um império relativo para si, prometendo ouro prata e muita paz. Que grande engano se abate sobre esta religião cristã.
Ainda bem que tudo isso está acabando.

7 comentários:

Ovelhando disse...

Muito feliz pelo texto!
Espero q mais pessoas possam ler!

Silvano-Fla disse...

Meu camarada. Estou impressionado com sua visão do cristianismo. Parabéns! Apesar de alguns se escadalizarem por ver textos com mensasagens tão fortes

Cláudio Nunes Horácio disse...

Muito bom seu texto Ronald. Queria só comentar que Roberta era hermafrodita, conforme ela conta em entrevistas posteriores ao seu livro. Por mim poderia ser o que for, Deus não vê a aparência. Paz e bem.

Que as crianças cantem livre disse...

Boa tarde!

Caprichou na foto da Roberta Close, heim! rs Já o vi, no auge do sucesso, no restaurante Mancini, e está longe de ser essa belezura... rsrs

Parabéns pelo site! Artigos excelentes!

paulo augusto de carvalho disse...

Eu vou ouvir o silencio, talvez eu queira comentar, talvez eu queira lutar contra o que eu acredito...

tiagoalvespereira disse...

Gostei da forma expressada e do tapa na cara desses crentes julgadores e santos do pau oco!

Ronald disse...

valeu