segunda-feira, 14 de junho de 2010

O pai da mentira


Eu hoje sei que alguém inspirou a Bíblia, e depois de muito pensar e até achar que não, parece que foi mesmo o pai de Jesus.

Foi o tal Jeová,
O cara que se agradou de Davi, o sanguinário
O cara que mandou fazer para si um templo terreno, a um cara ao qual deu todos os reinos do mundo, talvez em troca de adoração.
O cara que recebe adoração em troca de grana,
Que recebe adoração e obediência em troca de "bênçãos".
O cara que recebe dízimos e tributos em troca de riquezas.

o cara que tudo dá se prostrados o adorarem.

O deus da barganha
o deus da condição (se)
o deus do ouro e da prata
o deus da vingança
o deus guerreiro
o deus vingador
o deus sanguinário
o deus que não perdoa os que não o aceitam
o deus que acusa o Adão
o deus que acusa o Caim
o deus que enriquece o Abraão
o deus que enriquece o Moisés
o deus que enriquece a quem dá dízimos e ofertas
o deus daqueles que matam o tal justo
o deus daquele que fere a tal "rocha"
o deus daquele que foge
o deus daquele que é assassino, por isso foge
o deus daquele que não é o pastor, por isso foge
o deus daquele que levanta um ídolo à serpente no deserto
o deus do cara criado nas ciências ocultas do Egito
o deus do cara que luta com o deus que tem pânico da luz do dia e prevalece
O deus do cara marcado no corpo
O deus do cara errante pela terra (hebreu)
o deus do cara que exige fé cega como condição para a salvação


Esse deus adorado pelos cristãos, e o seguem porque seguem religiosamente as escrituras.

Que desgraça inominável
Que lástima
Que blasfemia
Que triste
Que lamentável.


Por isso a podridão que exala das igrejas evangélicas anunciadoras do inferno e da barganha, em nome de Jesus, numa blasfemia teoricamente imperdoável.

Infelizmente, o Jesus não os perdoa  porque não sabem o que fazem. Repassa para o pai dele a responsabilidade, mas este, sabemos pela escritura, jamais perdoa. Exige sangue e morte.


Quem é que propõe a Jesus: tudo te darei se prostrado me adorares?

O pai de Jesus, acabou dando todos os reinos deste mundo ao espírito despertado do Ciro, Rei da Pérsia, e o mandou erguer um templo ou casa para si. É a casa que Jesus chamou de casa do pai dele


Pela mentira a gente pega o mentiroso.

Se existisse um filho de Deus verdadeiro, jamais  diria que o templo do Ciro, ou mesmo do Salomão  era a casa do pai dele.

Mas não existe filho de DEUS. O que existe e a escritura comprova, é o falso deus com seu verdadeiro filho e falso filho de Deus. O rebelde que desbanca o velho e se apodera do reino.

Sim. É possível distinguir a mentira da verdade.

Que se danem os mentirosos e os que amam a mentira.

Quando o tal Jesus disse aos seguidores de Moisés e Judeus que eles eram filhos do diabo, talvez dissesse a verdade. Não deixaria de acusá-los acerca de sua paternidade.

De Jesus esses mesmos disseram: "tens demônio". 
De lá para cá, não mudou nada. A briga de bugios é grande.

Quando disseram dele, "tens demônio, ele tinha denunciado o pai deles. O Moisés jamais se firmou na verdade e mente desde o princípio.


8 comentários:

Alan disse...

Muito interessante, Ronald!

Continue escrevendo!

No Limite do Terror disse...

Olá Ronald bom dia! Eu não te conheço pessoalmente, na verdade conheci você e ouros amados irmãos em Cristo em fóruns de discussão de igrejas.A minha intenção em ter você como amigo é simples, só quero compartilhar os ensinamentos que o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo me inspira a escrever.Sou Professor em Universidades e Escolas Técnicas do RJ e claro um estudioso da Bíblia!
Estou lançando um livro “E conhecereis a Verdade”
Nossa Missão

É ser Evangelizador e atrair novos corações para o encontro pessoal com Jesus. É uma ação conjunta entre Ele e o homem. Você pode cooperar com a ação do Espírito Santo, assumindo conosco o desafio de evangelizar e formar homens novos para um mundo novo. Um mundo de liberdade que Jesus nos Deu!
Visite o site do livro!

Acessem: http://www.econhecereisaverdade.com.br

Que Deus vos abençoe!
Shalom,
João Mario – servo do Deus vivo.

Anônimo disse...

Tu tá por fora irmão!!!! Tu precisas de uma cura interior urgente, te libertas afinal tu também é filho do homem.

Ronald disse...

E o Apocalipse profetiza. Seguiram a besta e o falso profeta.

Vladi disse...

Que a paz de Cristo seja contigo Ronald!

Irmão, cheguei até vc atravéz de um vídeo
do YouTube (BIBLIOLATRIA).
Sobre o pai da mentira onde vc fala sobre Jeová
vai de encontro a tudo o que já aprendi até hoje, e fiquei perplexo e curioso!
será que existe a possibilidade de vc me
explicar melhor baseado na bíblia, porque
embora vc fale de bibliolatria, é de lá que
vc tira toda a palavra para discernir!
Não duvido do seu ponto de vista, ou
do discernimento que Cristo te deu,
quero apenas aprender.
Peço gentilmente que me ensine.

Sou só um cego a beira do caminho!

Desde já agradeço.

Paz!

Ronald disse...

Vladi

Como que eu poderia te ensinar alguma coisa?
Se você consegue se admitir cego, já é um bom caminho para que as escamas caiam.
Deixe apenas que as fichas caiam e tente discernir entre as vozes.
Nas escrituras há muitas vozes, mas apenas uma é a voz do Pastor.
Há quem diga que o Pastor disse isto e disse aquilo, mas quem discernirá entre a verdade e a mentira?

Apenas aquele que sem medo de ser feliz e sem medo da verdade sabe que a VERDADE não é um compêndio de escrituras escolhidas a dedo pelos mais sórdidos religiosos da história.

Há que se discernir entre a voz do Pastor e a voz do impostor.
Há que se discernir entre a voz do Justo e a voz do Injusto.
Há que se discernir entre aquele que tudo perdoa e aquele que tudo condena.

Esse discernimento não pode ser ensinado.
Você terá que afinar o ouvido e reconhecer a voz mansa e humilde daquele que é eterno e não um mito fossilizado na história judaica.

Terás que discernir entre o Pai de Jesus e o Senhor do Moisés.

Entre aquele que tudo dá a quem prostrado o adora e obedece cegamente, e aquele que perdoa pois não sabem o que fazem.

O que tenho dito, não aprendi com teólogo, religioso , seita, denominação ou igreja.

Tenho falado apenas daquilo que tenho visto.
Começou com o discernimento da bibliolatria. Depois as fichas foram caindo uma a uma.

Quanto à base bíblica.
De fato, a bíblia é uma versão dos fatos.
A versão contada pelo Caim.

Nas histórias e lendas judaicas, está contada a verdadeira história do pecado original.

Os pecadores originais são os heróis da fé...

Na vida desses "heróis" a verdadeira história do Adão, Lúcifer, e as duas mulheres está contada em detalhes sórdidos.

Os incestos, a mistura das sementes, o homosexualismo, o irmão com a irmã, o filho subindo ao leito do pai, o filho descobrindo a nudez do pai, o padrasto pegando a filha da mulher...

A grande suruba primordial que deu origem aos híbridos e aos decaídos, a saber: o Judeu e o Gentio.

Há outras derivações, dessas relações incestuosas que devem povoar esta e outras dimensões.

Há pelo menos quatro dimensões alegorizadas nos contos bíblicos.

Egito, Samaria, Gadara, os dois lados do mar. o vale, os montes.
São dimensões.

Deus queria esconder? Não.
O outro que contou a história queria esconder.

Esse é o ponto.

Deus se revelou pelo Filho. Ponto final.
Quem se revelou pelo Moisés?

O pai do Moisés.

Vladi disse...

Ronald

Para que as minhas escamas comecem a cair, e eu possa diferir entre o senhor de Moisés e o Pai de Cristo Jesus, responda-me uma pergunta! Quando Cristo fala que nem uma letra será tirada da lei até que o céu e terra passem e até que tudo se cumpra.
E quando Cristo fala “os mandamentos de MEU PAI”.
E quando Paulo fala Anulamos, pois, a lei pela graça? Não, de maneira nenhuma! Antes, confirmamos a lei.
A pergunta é: esses mandamentos e lei que Cristo e Paulo falam são aqueles mesmos 10 de Êxodo 20 os do; “senhor do Moisés” ???



Paz!

Ronald disse...

Vladi

Para que as escamas comecem a cair, eu não preciso te responder nenhuma pergunta.
Apenas voce precisa querer que elas caiam.

Ficaria difícil para você se perguntar se quem testemunhou acerca daquilo que você acredita piamente ser a verdade, disse realmente a verdade?

Pergunte para si mesmo e para O Pai de Jesus, se aquilo que disseram que ele disse é a verdade.

Quanto ao Paulo, é mais simples.
Ou Paulo é a Verdade, ou Jesus é a verdade.

O ensino Paulino é dos que mais perverte o EVANGELHO, ainda que se pareça com um anjo de luz.

Mas se você quer uma resposta mais explícita, vou dar uma olhada aqui nos textos que você sugeriu e decupar caso a caso.